Segunda-feira, 30 de Julho de 2007

Convites

Hoje tenho estado todo o dia a fazer os convites para a Festa de Aniversário da Carolina.

Encontrei num site um fundo da Kitty e depois trabalhei-o em power point e ficou muito giro.

 

Já que não consigo colocar aqui o exemplo do convite, deixo a imagem:

 

tags:
escrito por ban-tee às 17:16
| a tua palavra | palavras de amigos (3) | favorito

Temperaturas elevadas esta semana

 Comecei a escrever este post com o intuito de desejar uma boa semana de trabalho (para quem, como eu, ainda não teve férias) ou uma boa semana de férias para quem está a gozá-las agora. No entanto, ao mesmo tempo abri o diário digital e vejam só como está o nosso Portugal:

 

Dez distritos de Portugal Continental estão hoje em alerta laranja e o de Portalegre em alerta vermelho devido à previsão de altas temperaturas, zonas em que o risco de incêndio é muito elevado, segundo o Instituto de Meteorologia.

De acordo com informação divulgada no site do Instituto de Meteorologia, o distrito de Portalegre está hoje em alerta vermelho, situação meteorológica de risco extremo.

Os distritos de Braga, Leiria, Guarda, Castelo Branco, Santarém, Lisboa, Setúbal, Évora, Beja e Faro estão sob alerta laranja, de situação meteorológica de risco moderado a elevado devido às altas temperaturas.

A persistência de tempo quente levou também o IM a colocar sob aviso amarelo os distritos de Viana do Castelo, Vila Real, Bragança, Porto, Viseu, Aveiro e Coimbra.

 

A incidência de raios ultravioleta apresenta-se hoje muito elevada no território português, alcançando valores extremos no Algarve, interior norte e centro, Extremadura, Alentejo e arquipélago da Madeira.

 

De acordo com o Instituto de Meteorologia, a incidência máxima deve registar-se entre as 11:00 e as 16:00 no continente e entre as 12:00 e as 17:00 na Madeira.

 

Nas situações com valores extremos, o Instituto de Meteorologia aconselha que se evite o mais possível a exposição ao sol.

 

http://www.meteo.pt/pt/previsao/SAM/sam.jsp

hoje sinto-me: com muito calor
escrito por ban-tee às 09:37
| a tua palavra | favorito
Sexta-feira, 27 de Julho de 2007

Preocupação de Mãe - 2

Ontem não dei as notícias da pequena Carol... aqui vai então:

 

- já não tem tanto ranhito, mas tem a pele do nariz muito seca, e ontem à noite tive que passar um bocadinho de pomada (vitamina A) no narizinho. Hoje já estava melhor;

- tem uma tosse profunda que chega mesmo a engasgar-se, por sorte não vomita.

 

Tirando isto ela até tem comido bem, mas o problema da obstipação persiste... Dou-lhe tudo o que pode "soltar" os intestinos mas não tem dado grandes resultados... Quero passar na Coop hoje a ver se compro farelos para lhe misturar nos iogurtes, segundo a minha amiga Cátia aquilo é "tiro-e-queda".

Comprei um xarope, na ervanária, de maçã reineta e kiwi, que lhe dou desde os 3 meses, claro que não continuamente por que depois ela habitua-se, mas dou-lhe sempre que ela tem dificuldades em regular o trânsito intestinal.

 

 

Obstipação
A obstipação, mais vulgarmente chamada prisão de ventre, é uma condição muito frequente nas crianças, sendo responsável por cerca de 3% a 5% das consultas ao pediatra e 35% das consultas de gastrenterologia.

 

A prisão de ventre desenvolve-se lentamente quando a criança começa a associar a dor ao acto de defecar. Assim sendo, a criança, ao ter cólicas, evita ir à casa de banho para não ter mais dores. Ao reter as fezes, o recto começa a distender e a perder alguma sensibilidade. Com o tempo, o recto vai adquirindo uma capacidade maior de acomodar fezes sem dar sensação nem urgência de evacuar. Quando finalmente a criança vai à casa de banho, as fezes são duras e volumosas e a dor ao defecar é cada vez maior, criando assim um ciclo vicioso em que há agravamento progressivo. Ao fim de alguns anos pode haver uma distensão do recto e uma perda de sensibilidade tão grande que é possível surgir a encoprese, que é a incontinência do esfíncter, ou seja, a perda de fezes nas cuecas.


Como deixar de ter dores ao defecar?

 
Quando a obstipação já está instituída, é necessário um tratamento mais intensivo. No início é necessário limpar todo o cólon e retirar as fezes duras que estão acumuladas. Para isso deve fazer clisteres durante alguns dias até à limpeza total.
Posteriormente deve-se evitar que volte a reacumular fezes, o que significa tomar xaropes que tornem as fezes mais moles e obrigar a criança a ir à casa de banho todos os dias. Preferencialmente, a ida à casa de banho deve ser após o pequeno-almoço e após o jantar porque assim aproveita-se o facto de haver maior movimento do intestino após a refeição. É necessário ter em conta que, muito provavelmente, será impossível convencer a criança a ir à casa de banho na escola, por isso não vale a pena forçá-la.

 

A dieta também é um ponto importante. A alimentação deve ser rica em fibras (vegetais), açúcares não absorvíveis (frutas) e muitos líquidos.

Os pais devem ter consciência que o tratamento é longo, podendo mesmo prolongar-se durante meses. Só quando a criança tiver adquirido hábitos regulares de ir à casa de banho é que se poderá começar a pensar em diminuir gradualmente as doses de medicação. É também importante ter em mente que a qualquer momento, principalmente quando há alteração na rotina diária (como nas férias ou com a entrada na escola), o problema poderá surgir de novo e o tratamento terá de ser reiniciado.

Em suma, a obstipação é um problema muito frequente e grave uma vez que é responsável pela perda de qualidade de vida. A criança sente-se desconfortável, tem dores e se tiver encoprese terá mesmo problemas de adaptação social.

Se o seu filho for obstipado, vá ao seu médico e cumpra escrupulosamente o tratamento instituído. Não tenha receio de ter de fazer medicação durante muitos meses - há a noção errada de que os laxantes poderão causar dependência, mas é uma ideia falsa. Não há qualquer problema em tratamentos arrastados.

Confie no seu médico e ajude o seu filho.

 

Mafalda Paiva e Henedina Antunes 
Serviço de Pediatria do Hospital de São Marcos - Braga

hoje sinto-me: preocupada
escrito por ban-tee às 09:31
| a tua palavra | favorito
Quinta-feira, 26 de Julho de 2007

Da Terra ao Céu

Hoje é o Dia dos Avós, e como já não posso dar um beijinho ao meu querido avô, deixo uma mensagem para os Céus lhe entregarem.

 

Adoro-te Avôzinho, e tenho muitas saudadinhas tuas.

Aqui vai a minha lembrancinha para ti:

 

                 

 

Um beijinho do tamanho do Universo, e um abracinho do tamanho da distância que nos separa.

Lembro-te hoje, avô, como em todos os outros dias. Estás e estarás sempre no meu coração.

 

escrito por ban-tee às 12:24
| a tua palavra | favorito

Dia dos Avós

 

O papel dos avós na família vai muito além dos mimos dados aos netos, e muitas vezes eles são o suporte afetivo e financeiro de pais e filhos. Por isso, se diz que os avós são pais duas vezes.

As avós são também chamadas de "segunda mãe", e os avôs, de "segundo pai", e muitas vezes estão ao lado e mesmo à frente da educação de seus netos, com sua sabedoria, experiência e com certeza um sentimento maravilhoso de estar vivenciando os frutos de seu fruto, ou seja, a continuidade das gerações.

Celebrar o Dia dos Avós significa celebrar a experiência de vida, reconhecer o valor da sabedoria adquirida, não apenas nos livros, nem nas escolas, mas no convívio com as pessoas e com a própria natureza.

 

 

 

 

Porquê neste dia?

 

Comemora-se o Dia dos Avós em 26 de julho, e esse dia foi escolhido para a comemoração porque é o dia de Santa Ana e São Joaquim, pais de Maria e avós de Jesus Cristo.

Século I a.C. - Conta a história que Ana e seu marido, Joaquim, viviam em Nazaré e não tinham filhos, mas sempre rezavam pedindo que o Senhor lhes enviasse uma criança. Apesar da idade avançada do casal, um anjo do Senhor apareceu e comunicou que Ana estava grávida, e eles tiveram a graça de ter uma menina abençoada a quem batizaram de Maria. Santa Ana morreu quando a menina tinha apenas 3 anos. Devido a sua história, Santa Ana é considerada a padroeira das mulheres grávidas e dos que desejam ter filhos. Maria cresceu conhecendo e amando a Deus e foi por Ele a escolhida para ser Mãe de Seu Filho.

São Joaquim e Santa Ana são os padroeiros dos avós.

 

 

tags:
escrito por ban-tee às 10:11
| a tua palavra | favorito
Quarta-feira, 25 de Julho de 2007

Preocupação de Mãe - 1

Ontem escrevi bastante, já previa que hoje não iria ter muita vontade de escrever...

 

Passei uma noite não muito boa.

A Carolina teve dores de barriga e custou a adormecer. Tadinha da minha filhota que só sossegou depois de lhe colocar um bebegel, pois desde 6ª feira que não fazia cóco. Dizia-me a chorar: "Mãe dói o rabo! Nãm conxigo mãe..." Mas a chorar em pranto que os vizinhos todos ouviram.

Quando finalmente sossegou eu pude dormir, o que não durou muito pois passei toda a noite a limpar-lhe o narizinho.

Ela voltou a acordar (04:30h) a pedir água e leite, lá fui eu à cozinha e aqueci um pouco de leite enquanto ela bebia a água. 

Devido ao nariz entupido ela tem que respirar pela boa, o que causa a sede constante. Depois foi o leite, bebeu e ficou tranquila e eu pensei que depois iria dormir... mas não! Ainda não foi desta!

Desatou a tocar o alarme dum carro perto da minha casa e não havia meio de desligarem aquela porcaria, que tocou (à vontade) mais de meia hora.

Foi o resumo da noite passada.

 

E agora perguntam vocês: onde estava o Pai?!

Eu respondo: O Pai estava a dormir na sala (segundo ele, "a menina precisa de mim porque está doentinha") e, como podem imaginar, não deu conta de nada.

 

Portanto estou cansada, cheia de sono, mortinha para dormir cedo, se conseguir!

 

Queria chegar a casa e ouvir a frase:

"Eu faço o jantar, vai tomar conta da menina porque ela está doentinha e precisa de ti! E além do mais tu precisas de descansar."

Mas isto é esperar muito de um homem! lol

 

Amanha digo como está a pequena Carolinazinha

Beijinhos

hoje sinto-me: sonolenta
tags:
escrito por ban-tee às 16:05
| a tua palavra | favorito
Terça-feira, 24 de Julho de 2007

A Importância do Sorriso

O sorriso não é o mesmo que o riso. Separa-os um fosso tão grande como o que separa as lágrimas silenciosas, diante de um desgosto, dos gritos histéricos e lancinantes de quem não sabe dominar-se.

Bergson escreveu: "O riso é algo que irrompe num estrondo e vai retumbando como o trovão na montanha, num eco que, no entanto, não chega ao infinito". O sorriso, pelo contrário é silencioso como chuva mansa que cai e fertiliza a terra ou como brisa suave que acaricia e refresca o rosto. Enquanto o riso é extroversão, o sorriso desvenda delicadamente o interior de quem sorri.

O poder do sorriso é grande, e saber sorrir é algo de muito importante. Antoine de Saint-Exupéry diz: "No momento em que sorrimos para alguém, descobrimo-lo como pessoa, e a resposta do seu sorriso quer dizer que nós também somos pessoa para ele".

O sorriso traduz, geralmente, um estado de alma; é um convite a entrar na intimidade de alguém, a participar do que lhe vai no íntimo. É por isso que o homem é o único animal que sorri; e, como é dotado de inteligência e vontade, pode sorrir quando tudo vai bem ou sorrir mesmo que as coisas corram menos bem - tudo se resume na harmonia interior.

O sorriso é o que primeiro acontece quando um rapaz e uma rapariga se olham e se enamoram. Não sabem explicar por que se enamoram, mas é-lhes impossível deixar de sorrir um para o outro, num sorriso cúmplice de quem não precisa de palavras para dizer o que sente. Se o enamoramento continua vem a fase em que, juntos, acham graça a tudo, sem prestarem atenção a nada do que os rodeia. Então, por vezes o seu sorriso muda-se em riso estrondoso, mas cristalino manifestando toda a força da sua juventude. Se o enamoramento leva ao namoro e este ao amor que conduz ao casamento estável, então saber sorrir é fundamental para vencer o desgaste da rotina do dia a dia e para evitar o afastamento de dois seres que, vivendo muito perto, estão interiormente afastados - não estão em sintonia.

É pois muito importante saber sorrir. Um sorriso pode dissipar uma angústia, se for simpático, ou aumentá-la se for sarcástico; pode estimular um trabalho, se for de aprovação, ou desanimar quem trabalha se for cínico; pode criar uma amizade, se for sincero e transparente, ou um afastamento se for hipócrita; pode humilhar de modo irreversível se não for autêntico e espontâneo.

O sorriso pode ser um grande auxiliar na educação. Não o sorriso que pactua com a asneira, mas o sorriso que acompanha uma repreensão justa e que mostra ao visado que, apesar da dureza e firmeza da repreensão, há amizade e compreensão.

Sorrir, porém, pode ser uma tarefa difícil. A dor e o cansaço tornam, por vezes, o sorrir muito árduo. Se há fortaleza interior então há sorriso, mas dorido. Perguntaram um dia a uma doente em grande sofrimento: "Como te sentes?". A resposta foi desconcertante: com um sorriso-dorido respondeu: "dói-me tudo".

Mas como anda desvirtuado o sorriso! Será que podemos chamar sorriso o que vemos no rosto dos que assinam os "tratados de paz e cooperação"? Não, o que vemos não passa de um esgar.

E termino com uma frase que vinha num calendário de bolso que me deram: "Não critique, ajude; não grite, converse; não acuse, ampare e... não se irrite, sorria".

 

in: portal da familia

tags:
escrito por ban-tee às 16:20
| a tua palavra | favorito

mais sobre mim

Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

a fada passou em:

Dezembro 2012

Outubro 2012

Março 2009

Fevereiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Outubro 2006

Agosto 2006

Rabiscos

Rodolfo

E porque hoje é dia de ha...

Kefir

Beja na vanguarda das int...

Parabéns Maninha

De volta...

Aventura de Fim de Semana

Que horas são?

tags

todas as tags

De onde falam com Ban-tee


RSS